Categories
Dicas da Compara Planos de Saúde

Como reclamar de um plano de saúde?

A contratação de um plano de saúde é um investimento importante para garantir o bem-estar e a saúde da família. Entretanto, não é novidade que às vezes ocorrem erros nos serviços e ficam a desejar. Por isso, saber como reclamar de um plano de saúde é importante, para exigir o cumprimento dos serviços contratados e corrigir possíveis erros que podem ocorrer ao longo do tempo.

Apesar disso, grande parte dos beneficiários não sabe como proceder em caso de problemas com o seu plano. Pensando nisso, elaboramos este artigo para explicar como você pode entrar em contato com a seguradora e garantir os seus direitos de consumidor, se ela não prestar o atendimento combinado em contrato.

Veja a seguir como reclamar de um plano de saúde e conheça os 5 passos que você pode seguir para resolver qualquer problema com a sua operadora.

Como reclamar de um plano de saúde: 5 passos

Passo 1: entre em contato com a central de atendimento

O primeiro passo de como reclamar de um plano de saúde é entrar em contato com a própria central de atendimento da operadora. Também conhecido como SAC (serviço de atendimento ao consumidor), é um serviço telefônico gratuito que deve ser oferecido pelas operadoras de saúde aos clientes. Além disso, ele deve funcionar 24 horas por dia.

Segundo o decreto nº6.523/2008, que regula o funcionamento do SAC, todas as reclamações feitas por este meio devem ser resolvidas em até 24 horas. É importante sempre começar o contato por este canal, pois em instâncias futuras pode ser necessário comprovar que houve tentativa de resolução diretamente com a operadora por parte do cliente. Somente em reclamações de urgência pode ser recomendado pular estas etapas e levar o caso diretamente à via judicial.

Passo 2: leve a reclamação à Ouvidoria da operadora

Se a reclamação feita ao SAC não for resolvida satisfatoriamente em 5 dias, o próximo passo de como reclamar de um plano de saúde é ir à Ouvidoria da operadora – a última instância de contato com o consumidor por parte da empresa. Ao receber o contato do cliente, a Ouvidoria deverá investigar a situação e emitir uma resposta oficial por parte da empresa para o consumidor. Para falar com a Ouvidoria, normalmente é necessário ter o protocolo do atendimento por SAC em mãos, para comprovar o atendimento prévio pelo outro canal.

Passo 3: acione a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar)

Se a operadora afirmar que não será resolvido o problema, a próxima etapa é acionar a ANS, órgão responsável por regulamentar o funcionamento das operadoras de saúde. É possível registrar a reclamação pelo Disque ANS 0800 701 9656, que funciona de segunda a sexta das 8h às 20h, por carta, por atendimento eletrônico, ou por atendimento presencial.

A ANS se responsabiliza por encaminhar a queixa à operadora em seguida, fixando o prazo de 5 dias úteis para resolver problemas de queixas assistenciais, e de 10 dias para queixas não assistenciais. As queixas assistenciais são relativas a questões de caráter mais urgente, como negativas na autorização de procedimentos, dificuldade de recebimento de reembolso ou descumprimento de prazos máximos para agendamento de consultas e atendimentos. As não assistenciais são problemas administrativos, como reajustes indevidos ou rescisão unilateral do contrato.

Passo 4: fale com o Procon

A ANS também recomenda que o beneficiário entre em contato com o Procon no processo. Enquanto ela pode pressionar a operadora a cumprir o contrato, o Procon é especializado em ajudar a buscar reparação para os consumidores. Assim, o contato com este órgão pode ser de grande ajuda.

Passo 5: via judicial

Se você fez todos os passos acima e ainda não conseguiu resolver o problema com a operadora, o recurso final de como reclamar de um plano de saúde é levar o caso à justiça. Se a causa envolver valores pequenos, de até 40 salários mínimos, é possível entrar com uma ação no Juizado Especial Cível (JEC), que resolve causas menores sem custo. Se o valor da cobrança exceder 20 salários mínimos, é obrigatória a presença de um advogado. Caso contrário, o advogado é opcional. No entanto, um profissional deve ser consultado se for necessário recorrer da decisão do juiz, por exemplo.

Você já sabia como reclamar de um plano de saúde? Aqui na Compara trabalhamos com as melhores operadoras do país para garantir o melhor atendimento aos nossos clientes. Fale com a gente!

Categories
Dicas da Compara

Nova marca da Viacorp sinaliza mudança de conceito no comando da corretora

A Viacorp está na estrada há duas décadas. Surgiu numa época em que tudo era muito difícil, mas, por outro lado, tudo era muito fácil.

Ao longo de sua trajetória, a empresa teve o cuidado de acompanhar as mudanças sem a elas resistir.

Para marcar uma nova fase, a Viacorp redesenhou a sua logomarca nas cores azul e vermelho. A imagem, que remete a um largo sorriso, assim como as cores, não foram escolhidas ao acaso.  

A nova marca simboliza também o conceito de inovação, de desafios, como o modelo de unidades próprias e avançadas, por exemplo.

Além de ser responsável pela nova cara da Viacorp, a agência de marketing – uma das mais bem avaliadas no mercado – é responsável por gerar milhares de leads qualificadas para ajudar o corretor a alavancar as suas vendas.

A corretora, que mantém parceria com uma instituição financeira, ainda oferece crédito com facilidade para os parceiros da casa.

“É por essas e outras que estamos preparados para atravessar a pandemia”, diz Rosa Maria, única mulher sócia do projeto.

Fonte: Blog do Corretor

Categories
Dicas da Compara

Como melhorar a qualidade de vida em tempos de coronavírus

A pandemia do coronavírus gerou um grande impacto na rotina de muitas pessoas e negócios. Enquanto a sociedade aprendeu a desacelerar e readaptar seus modelos de relações e de trabalho, uma questão está ganhando cada vez mais destaque conforme a progressão da doença avança: como melhorar a qualidade de vida durante este novo contexto?

Com muitas mudanças no dia a dia, seja por passar mais tempo em casa, por trabalhar de home office ou por ter vários dos seus principais locais de encontro e de atividade com capacidade reduzida para diminuir o avanço do vírus, boa parte da população está sentindo impactos negativos na sua qualidade de vida de forma geral. Isto pode aparecer de várias formas na rotina, seja através do cansaço, da queda na produtividade, perda de energia e motivação, ou até mesmo no comprometimento da saúde física e mental das pessoas.

No entanto, isso não precisa ser assim. É essencial ter cuidado com a própria saúde, seja com precauções contra o vírus na rua ou prestando atenção ao seu bem-estar durante o isolamento. Para isso, é preciso reaprender a se cuidar e buscar por alternativas para aumentar o seu conforto e qualidade de vida sem ter que sair de casa.

Pensando nestas questões, preparamos este artigo para ajudar você a encontrar maneiras de focar no seu bem-estar durante a pandemia. Veja a seguir algumas dicas para melhorar a qualidade de vida neste contexto de doença e isolamento.

Alimentação saudável em tempos de pandemia

Com a redução das atividades dos restaurantes e o aumento dos trabalhos em modelo de home office, muitas pessoas se viram na necessidade de fazer as suas refeições em casa. No entanto, a falta de costume em preparar comida caseira leva facilmente ao consumo de alimentos prontos e congelados – que possuem muito pouco valor nutritivo.

Em vez de depender de entregas e de comidas pré-prontas, atente para a qualidade da sua alimentação e busque preparar alimentos nutritivos para as suas refeições. Seja apenas para você ou para a família inteira, uma alimentação saudável é sinônimo de qualidade de vida. Procure por receitas fáceis na internet e vá ao mercado com uma lista pronta, assim você saberá exatamente o que precisa ter em casa para comer bem.

Cuidados com a saúde no home office

Apesar de oferecer várias vantagens, como a possibilidade de trabalhar no conforto de casa e diminuir o tempo e o estresse diário com o trânsito até o local de trabalho, também existem vários pontos a que se atentar para que o home office não impacte negativamente na sua saúde. Primeiramente, é importante manter horários de trabalho para ser produtivo sem prejudicar os seus momentos de lazer.

Não pule refeições para fazer as suas tarefas, e tome especial cuidado com a ergonomia do local onde você trabalha. Escolha uma cadeira confortável e que permita uma boa postura enquanto sentado para evitar problemas de coluna. O monitor do computador deve estar ajustado à altura dos olhos, e você deve conseguir apoiar o braço ao usar o mouse ou teclado. Você irá passar várias horas neste ambiente, então tire um tempo para organizar um cantinho confortável para não se desgastar.

A importância do sol na rotina

Com a diminuição de atividades na rua, as pessoas têm passado muito tempo em ambientes internos e, como consequência, têm tido muito menos contato com a luz do sol. No entanto, o sol é um elemento essencial em vários processos do organismo, sendo muito importante para manter níveis saudáveis de vitamina D à disposição do corpo. Além de ter um papel fundamental na imunidade, ela também contribui para a qualidade de vida tanto em relação com à saúde física quanto mental. Por isso, não se esqueça de abrir as janelas e curtir um solzinho na sacada todos os dias.

Atividade física não precisa ser fora de casa

Outra dica importante é lembrar de fazer atividades físicas. Enquanto muitos ainda evitam a academia e os parques por conta do vírus, ficar em casa não é desculpa para não se exercitar. Você pode procurar por programas de exercícios para iniciantes e acompanhar aulas gravadas ou ao vivo que podem ser feitas em qualquer cômodo da casa. Além de evitar o sedentarismo, as atividades físicas ajudam a melhorar a saúde, a disposição e o bem-estar.

Saúde mental também é qualidade de vida

O isolamento pode levar, lentamente, ao declínio da saúde mental. Com menos contato com pessoas e com o ambiente externo, é normal ir deixando aos poucos de ter disposição para fazer seus trabalhos, arrumar a casa ou sentir prazer com as suas atividades de lazer. Por isso, é muito importante atentar para a sua saúde mental e focar na sua qualidade de vida: durma bem, se alimente bem, busque por novos hobbies e distrações, como renovar Excel, e faça exercícios físicos. Sua saúde mental agradece.

E você, o que faz para manter a qualidade de vida neste momento de pandemia? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Categories
Dicas da Compara

Como manter uma vida saudável com uma rotina acelerada

Não há dúvidas de que uma das maiores preocupações da vida moderna é como manter uma vida saudável com uma rotina acelerada. Cada vez mais, é comum se acostumar a um dia a dia corrido, cheio de exigências e compromissos. Como resultado, encontrar tempo para cuidar da sua saúde se torna um desafio, enquanto os níveis de cansaço e stress não param de subir.

Apesar das dificuldades, é necessário focar no seu bem-estar e procurar por alternativas para melhorar a sua qualidade de vida ainda que com pouco tempo de sobra. O stress e a falta de cuidados com a saúde, ao longo do tempo, podem levar ao desenvolvimento de várias enfermidades que atrapalham bastante o dia a dia – passando desde a ansiedade, irritação e falta de disposição até problemas mais graves, como disfunções gastrointestinais e enfraquecimento do sistema imunológico.

Por isso, elaboramos este artigo com algumas dicas para ajudar você a encontra tempo para a sua saúde no meio da rotina. Veja a seguir como manter uma vida saudável apesar do dia a dia corrido e promova mais bem-estar e qualidade de vida no seu cotidiano!

Como manter uma vida saudável?

Organização: a chave de como manter uma vida saudável

A organização é a principal chave de como manter uma vida saudável com um dia a dia puxado. Programe as suas atividades e pense em avanço quais serão os seus momentos de descanso, para poder controlar melhor os seus hábitos de alimentação, hidratação e outros cuidados com a saúde. Com um pouco de planejamento, você verá que não é preciso muito tempo para cuidar de você, e não é tão difícil encontrar espaço na agenda para ser mais saudável.

Beba muita água

A água é um elemento fundamental para diversos processos do organismo, e a hidratação deve ser uma das principais preocupações de quem está buscando aprender como manter uma vida saudável. Para este item, uma dica é criar o costume de carregar um pouco de água onde quer que você esteja. Compre uma garrafinha bonita para deixar em sua mesa no trabalho, e encontre um recipiente fácil de carregar e bem lacrado para carregar no ônibus ou na rua. Você verá que, tendo água ao alcance das mãos, você não esquecerá de se hidratar durante o dia e conseguirá tomar quantidades mais saudáveis sem que isto atrapalhe a sua rotina.

Pratique atividades físicas

Com a correria do dia a dia, muitas pessoas deixam de fazer exercícios alegando que estão sem tempo ou que estão sempre cansados por conta da rotina puxada. No entanto, as atividades físicas também são essenciais para a saúde. Não é necessário gastar muito tempo com os exercícios: 30 minutos de atividade em 3 dias da semana já são o suficiente para sentir os benefícios. Além de ser um item importantíssimo de como manter uma vida saudável, os exercícios também promovem o bem-estar e ainda proporcionam mais energia para vencer as tarefas do dia a dia!

Durma bem

É normal ter muitas preocupações e compromissos durante o dia. Entretanto, você não deve deixar que a rotina corrida interfira nos seus momentos de descanso, especialmente de sono. Dormir bem é fundamental para recuperar a energia e dar ao seu organismo tempo de se recuperar das exigências do dia. Para evitar que o stress dificulte na hora de pegar no sono, organize todas as suas tarefas do dia seguinte em uma lista ou em uma agenda. Isso ajuda a “desligar” o cérebro dos seus futuros compromissos e evita que você fique acordado pensando no que vai ter que fazer no dia seguinte em vez de dormir.

Cuide da alimentação

Para que o seu organismo funcione da maneira correta e se mantenha saudável, é necessário comer bem. E ter uma dieta saudável não é tão difícil quanto pode parecer. Planeje as suas refeições com antecedência e prepare comida para o seu dia. Assim, você evita perder tempo comprando lanches gordurosos no intervalo e garante que está se alimentando bem. Outra opção é procurar serviços de marmitas e pratos saudáveis, que entregam comidas nutritivas prontas onde você quiser.

Foque na sua saúde

Pela falta de tempo, é comum que as pessoas deixem de ir ao médico quando se sentem indispostos ou doentes. Isso pode fazer com que enfermidades que poderiam ser facilmente tratadas se tornem problemas cotidianos, arrastando o transtorno por muito tempo até que se torne tão incômodo ou tão grave que a visita ao médico não pode mais ser adiada. Deixe de lado esta mentalidade e busque formas de facilitar suas idas ao médico para que não atrapalhem tanto sua rotina, como visitar profissionais mais próximos da sua casa ou trabalho e contratando um bom plano de saúde para ter facilidade em marcar consultas e exames.

O que achou das nossas dicas sobre como manter uma vida saudável? O que você faz para cuidar da sua saúde no meio da correria do dia a dia? Conte para a gente nos comentários!

Categories
Dicas da Compara

Como manter a saúde em dia e se manter afastado das doenças

Cuidar da saúde é essencial para quem quer ter uma boa qualidade de vida e aproveitar as suas pessoas queridas por muitos e muitos anos. Na correria do cotidiano, é comum negligenciar os cuidados com o corpo e a mente, e muita gente não sabe bem o que fazer e como manter a saúde em dia.

Mas isso não é motivo para deixar o assunto de lado! Com algumas práticas simples, é possível promover a integridade do corpo e da mente com eficiência. Assim, não tem desculpa para deixar a sua saúde em segundo plano.

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre como manter a saúde em dia e dar algumas dicas para você prestar mais atenção aos seus hábitos e buscar ter uma vida mais saudável. Veja a seguir!

O primeiro passo de como manter a saúde em dia

É fácil se acostumar a ter um modo de vida pouco saudável. Comidas prontas ou congeladas, um sofá bem confortável e distrações na internet e na televisão podem ser muito atraentes depois de um dia corrido. Quando todos os dias são corridos, então, isso se torna um hábito cada vez mais difícil de quebrar.

Mas, aos poucos, o sedentarismo e a alimentação de baixa qualidade vão mostrando seus impactos na saúde. O corpo tem cada vez menos energia, a imunidade fica comprometida e o cansaço se torna uma constante, o que faz com que ter disposição para mudar se torne um desafio enorme.

Por isso, o primeiro passo de como manter a saúde em dia é colocar o seu bem-estar em primeiro lugar. A parte mais difícil de mudar os maus hábitos é começar. Comprometa-se com a sua saúde e você verá que será cada vez mais fácil encontrar a vontade e a energia para manter costumes saudáveis, porque o seu corpo e mente também sentirão a diferença.

Alimente-se corretamente

Evite alimentos muito processados, industrializados e congelados. Dê preferência para comidas frescas e naturais, especialmente com baixo teor de sódio, gordura e açúcar. Inclua mais legumes, verduras e frutas no seu dia a dia, também. Quando se trata de comer corretamente, não é para pensar em dietas ou restrições. Você ainda pode comer docinhos ou a sua comida favorita. O importante é ter equilíbrio e discernimento para saber priorizar alimentos mais nutritivos, sem deixar de lado as suas preferências pessoais.

Pratique exercícios físicos

Para muita gente, esta é a parte mais difícil: encontrar força de vontade para fazer atividades físicas. No entanto, os exercícios são muito importantes e não devem ser deixados de lado. Mas como manter a saúde em dia se eu não gosto de academia, ou não tenho tempo para ir?

É simples. Você não precisa malhar para fazer exercícios físicos. Você pode fazer caminhadas em lugares que gosta, andar de bicicleta, praticar algum esporte, ou até mesmo participar de aulas de ioga, por exemplo. O importante é encontrar uma atividade que você gosta e manter o seu corpo ativo.

Mantenha-se bem hidratado

Ingerir bastante água é outro ponto importante de como manter a saúde em dia. É normal beber bem menos do que os dois litros indicados pelos profissionais da saúde, o que pode comprometer o bom funcionamento do organismo. Lembre-se de se manter hidratado e faça pequenas mudanças na sua rotina para ingerir mais água, como carregar uma garrafinha com você ou manter um copo sempre à mesa de trabalho para não esquecer.

Consulte o médico regularmente

Fazer visitas regulares ao médico é importante para saber como manter a saúde em dia. Mais do que procurar um profissional em caso de doença, é importante fazer check-ups para conferir como anda a saúde e identificar possíveis enfermidades o mais cedo possível. O médico poderá indicar hábitos e tratamentos específicos para as suas necessidades, garantindo mais qualidade de vida e saúde para você.

Não se esqueça da sua saúde mental

Muitas vezes, as pessoas focam somente na saúde do corpo e esquecem da sua saúde mental. No entanto, problemas como o stress e a ansiedade podem se tornar grandes transtornos no dia a dia de qualquer pessoa, além de também terem implicações físicas – como o cansaço, falta de disposição, imunidade baixa e outras patologias. Por isso, não é possível falar em como manter a saúde em dia sem falar da saúde mental.

Tenha um tempo para si mesmo, e realize atividades focadas no seu bem-estar. Organize a sua rotina para diminuir as preocupações com os compromissos, e priorize intervalos para descansar a cabeça e cuidar da sua saúde emocional. Uma mente bem cuidada também é essencial para um corpo saudável.

E você, o que faz para deixar a sua saúde em dia? Tem alguma dica para compartilhar? Deixe abaixo o seu comentário!

Categories
Dicas da Compara

6 dicas simples de como diminuir a ansiedade

Mais do que apenas uma sensação de antecipaçãnervosismo, a ansiedade pode se tornar um problema sério no dia a dia. Quando excessiva, ela gera sintomas físicos e psicológicos que atrapalham a realização de tarefas e o bem-estar, como medo, sentimento de culpa, dificuldade de concentração e tremores. Por isso, saber como diminuir a ansiedade é essencial para preservar a sua qualidade de vida e saúde.

Com a rotina estressante e corrida da vida moderna, é comum se sentir sobrecarregado de tarefas e de exigências. O stress desse acúmulo de compromissos é um dos grandes causadores da ansiedade, que pode ser um problema sério para muita gente. Em casos mais graves, ela pode até mesmo causar taquicardia, disfunções gastrointestinais e dificuldade para dormir, além de ser um dos caminhos conhecidos da depressão.

Desta forma, é importante estar atento e combater a ansiedade. Além de procurar um médico especializado, você pode cultivar novos hábitos para ter uma rotina mais saudável. Veja a seguir 6 dicas simples de como diminuir a ansiedade e descubra como ter uma rotina com mais saúde e qualidade de vida.

Como diminuir a ansiedade?

Organize suas tarefas

Um dos principais focos de ansiedade são as atividades a serem completadas no dia a dia, sejam elas exigências de trabalho, evento sociais ou até mesmo atividades para a manutenção do lar. Por isso, uma das principais dicas de como diminuir a ansiedade é organizar as suas tarefas para planejar cada dia, evitando o estresse por antecipação.

Saiba definir o que é prioridade na sua rotina, e se programe para administrar melhor o seu tempo. É essencial ter um bom equilíbrio entre a casa, o trabalho e os momentos de lazer, o que só pode ser atingido com organização. Uma ideia é organizar suas semanas e fazer listas de todas as atividades que precisa realizar no dia seguinte antes de ir dormir. Isso ajuda o seu cérebro a relaxar e diminui os níveis de ansiedade para uma boa noite de sono.

Pratique atividades físicas

As atividades físicas ajudam a evitar a ansiedade de várias maneiras. Os exercícios são uma ótima forma de se distrair dos problemas, focando no que está acontecendo no momento e mantendo a mente concentrada no seu corpo. Além disso, ser ativo é muito bom tanto para a saúde física quanto psicológica, pois eleva a produção de serotonina, o que garante a sensação de prazer e bem-estar. Assim, as atividades físicas são um bom exemplo de como diminuir a ansiedade e ter mais qualidade de vida.

Troque o café pelo chá

A cafeína é ótima para aumentar a produtividade. No entanto, a ansiedade está muito ligada aos mecanismos de stress, que respondem melhor ao consumo de substâncias que ajudam a acalmar e aumentar a sensação de conforto. Vários chás, como a melissa, camomila e valeriana, por exemplo, são leves sedativos que auxiliam bastante na redução dos níveis de ansiedade.

Faça exercícios respiratórios

Controlar a respiração é outra dica importante para quem está aprendendo como diminuir a ansiedade. Parar o que está fazendo e respirar profundamente algumas vezes ajuda a dar uma pausa no ritmo das suas atividades e reduz as reações do sistema nervoso autônomo, combatendo a sensação de ansiedade e seus desdobramentos. É importante deixar o abdômen se expandir ao inspirar, e expirar lentamente pela boca, utilizando a respiração diafragmática. Ela é uma ótima técnica de relaxamento que faz toda a diferença na hora de aliviar o desconforto e promover o bem-estar.

Tenha um hobby

Manter um hobby é excelente para desligar dos problemas e ter um tempo de qualidade para você. Ele ajuda a focar no presente e diminuir os níveis de stress ao realizar uma atividade que você gosta, distraindo um pouco a sua mente das tarefas que ampliam a ansiedade. Se você ainda não tem um hobby, explore novas atividades até descobrir uma nova paixão e cultive ela como um hábito, pois isto é ótimo para a saúde mental.

Fique de olho na alimentação

Ter uma alimentação balanceada é fundamental para um corpo e mente saudáveis, garantindo mais energia para lidar com os desafios do dia a dia. Mais do que isso, existem algumas comidas que podem ser grandes aliadas de quem luta contra a ansiedade. Alimentos ricos em triptofano, como peixes, ovos, linhaça e aveia, auxiliam na produção de serotonina, que regula o humor e o bem-estar. Inclua estes itens na sua dieta, ou use suplementos para ajudar o seu corpo a combater a ansiedade através de uma boa nutrição.

Você gostou destas dicas de como diminuir a ansiedade? Sabia que é possível combater este problema com algumas mudanças simples no dia a dia para ter mais qualidade de vida? Conte para a gente o que achou nos comentários abaixo!

Categories
Dicas da Compara

9 dicas de exercícios para fazer em casa durante a pandemia

Com a pandemia, a principal recomendação dos órgãos de saúde é evitar locais com grande fluxo de pessoas e ficar em casa. Por isso, muita gente teve que parar de frequentar a academia ou fazer suas atividades físicas em quadras e parques. No entanto, isso não é desculpa para ficar parado: existem vários exercícios para fazer em casa que fornecem um treino bem completo para deixar a saúde em dia mesmo em tempos de coronavírus.

Praticar exercícios é importante não apenas para controlar o peso e manter o corpo saudável. As atividades físicas também são essenciais para aumentar a disposição, elevar a autoestima e promover o bem-estar – todos aspectos muito necessários, especialmente neste momento de isolamento.

Por isso, preparamos este artigo com algumas dicas de como escolher exercícios para se manter ativo sem ter que sair na rua. Confira a seguir 9 dicas de exercícios para fazer em casa durante a pandemia e aprenda a escolher os melhores treinos para alavancar a sua saúde e qualidade de vida.

Como escolher exercícios para fazer em casa?

Ao escolher os seus exercícios para fazer em casa, é necessário ter alguns cuidados. Primeiramente, você deve levar em conta o seu preparo físico e as suas limitações: de nada adianta querer começar com um treino avançado se você não tinha o costume de se exercitar nem mesmo antes da pandemia. Além disso, prefira fazer atividades simples, sem muito impacto e de fácil execução, para evitar lesões ao ficar em posições erradas ou forçar os músculos e articulações excessivamente.

9 exercícios para fazer em casa

1. Alongamento

O alongamento é um dos melhores exercícios para fazer em casa, pois ajuda a relaxar os músculos e compensar as horas sentado na frente da televisão ou computador. Lembre-se de contar alguns segundos em cada posição, e de respirar fundo enquanto alonga o corpo. Faça os movimentos lentamente e com controle, para não se machucar.

2. Subir escadas

Subir escadas é um dos exercícios para fazer em casa mais populares do momento. Esta é uma atividade ótima para queimar calorias e exercitar os pulmões, pois pode ser realizado nas próprias escadas dos prédios ou das casas. Assim, você pode fazer um exercício aeróbico potente sem sair na rua!

3. Joelho no cotovelo

Cruze um braço na frente do corpo, e então eleve o joelho oposto na direção do cotovelo. Encontre o seu próprio ritmo e vá alternando entre os lados, acelerando durante o processo. O ideal é fazer esta atividade por 1 a 2 minutos, e depois descansar por 30 segundos antes de repetir. Este é um bom exercício aeróbico que trabalha todos os membros.

4. Abdominal

O exercício abdominal é ótimo para manter a postura e cuidar da saúde da coluna. Deitado com a barriga para cima, dobre as pernas e cruze os braços sobre o tronco. Em seguida, é só iniciar o movimento de elevação do tronco em direção aos joelhos, em séries de 15 a 25 repetições.

5. Elevação na ponta dos pés

Este é um exercício bem fácil de fazer, focado nas panturrilhas (ou batatas da perna). Basta ficar de pé e erguer-se na ponta dos pés, subindo e descendo. Faça o movimento devagar, em séries de 15 a 20 repetições.

6. Corrida estacionária

Na corrida estacionária, você simula os movimentos de uma corrida sem sair do lugar. É um dos melhores exercícios para fazer em casa para quem quer perder calorias e aumentar a resistência física. Utilize tênis confortáveis e faça séries de 3 a 5 minutos, sem exceder os seus limites.

7. Agachamento na cadeira

O agachamento ajuda a trabalhar os glúteos e as coxas. Em casa, você pode fazer este movimento sentando e levantando em uma cadeira, buscando não deixar as pontas dos pés passar na frente da linha dos joelhos. Desça até a altura do assento, e volte para a posição inicial em sequencias de 10 a 12 vezes.

8. Polichinelo completo

Este é outro exercício aeróbico da lista. Comece de pé, com as pernas unidas e os braços junto ao corpo. Em seguida, pule abrindo as pernas e batendo as palmas acima da cabeça, para então voltar à posição inicial e agachar, tocando o chão. Fique de pé novamente e siga para a próxima repetição. Você pode fazer séries de 1 a 2 minutos, com intervalos para descanso.

9. Dança

Se você não gosta dos movimentos desta lista, outro dos melhores exercícios para fazer em casa é dançar. Coloque uma música bem movimentada ou busque vídeos de aulas de dança: o importante é se mexer bastante e se divertir no processo.

Você tem feito atividades físicas durante a pandemia? O que achou da nossa lista de exercícios para fazer em casa? Conte para a gente nos comentários!

Categories
Dicas da Compara

7 dicas de cuidados com o coração antes da terceira idade

Você está atento aos cuidados com o coração? Em uma estimativa do Ministério da Saúde, 31,5% dos óbitos no Brasil são causados por doenças cardiovasculares. Por conta disso, esta é a principal causa de morte dentre a população brasileira, enquanto mata 7,6 milhões de pessoas ao redor do mundo todos os anos.

Diante destes índices alarmantes, precisamos estar atentos à nossa saúde cardíaca. Felizmente, é possível diminuir significativamente os riscos cardiovasculares com simples formas de prevenção. Segundo especialistas, cerca de 80% das mortes poderiam ser evitadas com um modo de vida mais saudável. Assim, manter bons hábitos de vida é a melhor maneira de ter um coração forte e protegido.

Por isso, preparamos este artigo para ajudar você a saber como evitar estas doenças e manter o seu sistema cardíaco saudável. Veja a seguir a importância de ter cuidados com o coração e confira 7 dicas para começar hoje mesmo a cuidar melhor da sua saúde cardiovascular.

A importância dos cuidados com o coração

As doenças cardiovasculares são distúrbios que afetam o coração e os vasos sanguíneos, provocando diversas complicações para o corpo todo. Enquanto os problemas mais conhecidos são o infarto e o AVC, existem várias outras doenças sérias que podem gerar complicações graves e até mesmo a morte, como a arritmia, parada cardiorrespiratória, trombose venosa profunda e a insuficiência cardíaca, entre muitos outros. Desta forma, os cuidados com o coração são fundamentais para evitar uma série de patologias graves e que podem representar sérios riscos à vida e à saúde.

Dica 1: Faça exercícios físicos regularmente

O sedentarismo é sempre apontado como um dos principais culpados no aparecimento de problemas cardíacos. Por isso, exercícios físicos regulares são importantes cuidados com o coração que todos deveriam incluir na rotina. Não é preciso fazer muito esforço ou se dedicar muito tempo: realizar caminhadas, reservando meia hora três vezes por semana já é o suficiente para não se manter sedentário.

Dica 2: Tenha uma boa rotina de sono

A privação de sono é responsável pelo aumento das chances de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. É essencial dormir pelo menos 8 horas ao dia, e prestar atenção à qualidade do sono. Muitos problemas, como a apneia do sono, podem comprometer a capacidade do organismo de se reparar do cansaço e aumentar a incidência de problemas cardíacos.

Dica 3: Deixe de vez o tabagismo

As substâncias presentes no cigarro causam vários efeitos no sistema cardiovascular, contraindo as artérias, acelerando os batimentos do coração e reduzindo a quantidade de oxigênio do corpo. Por isso, o tabagismo está relacionado às mais diversas doenças, não apenas cardíacas. Assim, parar de fumar é um dos mais importantes cuidados com o coração.

Dica 4: Esteja atento ao peso

O excesso de peso é uma porta de entrada para vários problemas cardíacos e patologias associadas, contribuindo para o aparecimento de doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão e colesterol alto, por exemplo. Além disso, o peso excedente sobrecarrega o coração e sistema vascular, exigindo grande esforço para o bombeamento de sangue. Por estes motivos, pessoas com excesso de peso têm 50% mais chances de desenvolver doenças cardíacas.

Dica 5: Controle a sua glicose e colesterol

O colesterol ruim pode causar hipertensão e entupir os vasos sanguíneos, gerando dificuldade na passagem do sangue pelo corpo, enquanto a glicose também pode afetar as taxas de lipídios. Faça check-ups regulares para acompanhar como está o seu corpo e tome cuidado com os níveis de colesterol e glicose do sangue para proteger o seu coração.

Dica 6: Mantenha uma alimentação saudável

A alimentação correta é fundamental para os cuidados com o coração, pois ela está associada à saúde do corpo de várias formas. Além de evitar o consumo excessivo de açúcar, sal e gorduras, invista em alimentos naturais como verduras, cereais e peixes. Pratique a moderação e, se tiver dúvidas quanto à sua dieta, não hesite em conversar com um nutricionista sobre as suas necessidades!

Dica 7: Combata o estresse e ansiedade

O excesso de estresse é outra fonte de colesterol alto, um dos grandes vilões das doenças cardiovasculares. Da mesma forma, as crises de ansiedade aumentam de duas a cinco vezes a chance de um infarto ou AVC. Por isso, procure manter uma rotina de combate ao estresse, dormindo bem, praticando atividades físicas e reservando tempo para atividades de descanso e relaxamento no dia a dia.

E você, já conhecia todos estes cuidados com o coração? Anda atento para a saúde cardíaca na sua rotina? Conte para a gente nos comentários o que você faz para proteger a sua saúde nos campos abaixo.

Categories
Dicas da Compara

A importância do exercício físico ao cuidar da saúde

Você conhece a importância do exercício físico para cuidar da sua saúde? Na rotina corrida do dia a dia, as atividades físicas costumam ser as primeiras tarefas a ficarem de lado quando precisamos de horas a mais na semana. Mas, você já parou para pensar no quanto o sedentarismo pode estar impactando a sua qualidade de vida? 

A prática regular de exercícios físicos traz muito mais do que benefícios estéticos para o corpo. Este tipo de atividade é responsável por proporcionar bem-estar físico e mental, contribuindo para o bom funcionamento do organismo e das funções psicológicas. 

A seguir, confira os principais benefícios das atividades físicas para o seu corpo.

Importância do exercício físico para a sua saúde

Benefícios para o sistema cardiovascular e respiratório

A prática de exercícios físicos estimula o funcionamento do coração, da circulação sanguínea e dos pulmões. Além disso, ela ajuda a trabalhar a oxigenação do sangue e previne contra o aparecimento de doenças cardíacas e problemas sérios, como o infarto. Os benefícios do exercício neste âmbito são vastos, trabalhando desde o desenvolvimento do condicionamento físico até a regulação dos processos internos do organismo. Por fim, o resultado é um coração muito mais sadio e um sistema respiratório vigoroso.

Prevenção do desenvolvimento de doenças

Além de auxiliar no controle do peso, as atividades físicas também ajudam a regular os níveis de colesterol – ambos bastante relacionados a diversos problemas de saúde mais sérios. Por conta disso, são capazes de prevenir e combater até mesmo doenças crônicas, como a diabetes e a hipertensão.

Por conta de seus benefícios no organismo, a prática regular de exercícios físicos também pode ajudar na prevenção das mais diversas patologias, sendo um agente importante de precaução contra AVCs e até mesmo alguns tipos de câncer.

Aumento da força e da resistência do corpo

É evidente a importância do exercício físico para o aumento da força. Mais do que tonificar e deixar o corpo mais bonito, as atividades físicas fortalecem os ossos e músculos, protegendo as articulações.

Isso significa que você estará preparado para qualquer desafio do dia a dia, diminuindo o risco de lesões em atividades rotineiras e estando em ótimo condicionamento com o aumento da massa muscular e preparo físico.

Qualidade do sono e efeitos psicológicos

As atividades físicas também são capazes de melhorar a qualidade do sono, aumentando a sensação de bem-estar e a produtividade. Além disso, é comprovada a importância do exercício físico para o cérebro, sendo que este é um dos maiores aliados no combate à depressão e ansiedade. As atividades controlam os níveis de hormônios, regulam o humor e diminuem o estresse, sendo até mesmo relevantes para melhorar as funções cognitivas e a memória. Assim, são muito notáveis em prevenir o aparecimento de doenças degenerativas, como o Alzheimer.

Alívio de dores e aumento da autonomia

Os exercícios trabalham muito mais do que apenas a força e resistência do corpo. Estas atividades são importantes para desenvolver o equilíbrio, aumentar a flexibilidade e expandir as capacidades funcionais e motoras. Elas trabalham a coordenação e a autonomia para realizar diversas atividades, especialmente quando se trata de pessoas com idade avançada.

Especialmente em idosos, os benefícios de uma vida de exercícios físicos se traduzem em mais independência na rotina e na redução do risco de quedas. No entanto, eles também são grandes aliados no alívio das dores por vários motivos. Ao liberar endorfina, as atividades físicas diminuem a tensão muscular, enquanto mantêm os ossos e as articulações em boas condições para combater os efeitos do tempo e do sedentarismo.

A importância do exercício físico regular

São muitos os benefícios que as atividades físicas podem proporcionar ao corpo. Entretanto, é importante frisar a prática de exercício físico regular. A sua saúde só será beneficiada se houver frequência na realização destas atividades. 

Por isso, é importante ter em mente que os exercícios não precisam ser tediosos ou chatos. Encontre um esporte que você gosta, participe de atividades em grupo ou chame um amigo para acompanhá-lo! Criar este hábito pode ser muito mais prazeroso do que você imagina, se tornando um dos principais momentos de lazer da sua rotina.

E então, já conhecia a importância do exercício físico para a sua saúde? Conte para a gente o que faz para cuidar bem do seu corpo nos comentários!

Categories
Dicas da Compara

7 cuidados com a saúde que toda mulher precisa tomar

Ter bons cuidados com a saúde é muito importante para prevenir doenças, permitir o diagnóstico precoce de patologias e melhorar a qualidade de vida de forma geral. Ao longo da vida, as mulheres precisam de cuidados especiais.

No meio da correria da rotina, muitas vezes, o trabalho e as tarefas ficam em primeiro plano, de forma que a saúde acabe sendo deixada de lado – o que pode levar ao aparecimento de problemas que poderiam ter sido prevenidos com um pouco de atenção e prudência.

Por isso, hoje o papo é sobre saúde da mulher. Vamos destacar os vários cuidados que elas precisam ter para garantir uma vida feliz e saudável, focando nas suas principais necessidades físicas e mentais.

Confira, então, os principais cuidados com a saúde feminina e entenda a importância de cada um para prevenir doenças e ter mais qualidade de vida na rotina!

Principais cuidados com a saúde para as mulheres

1. Manter uma alimentação saudável

Ter uma alimentação saudável é um dos principais cuidados com a saúde do corpo. Além de contribuir para o bom funcionamento do organismo e diminuir o risco de doenças, uma boa alimentação também traz benefícios para a mente e bem-estar. E o melhor é que tornar a sua ingestão de alimentos mais saudável não precisa ser um processo difícil ou demorado.

Com pequenos cuidados, já é possível ter uma rotina alimentar mais sadia. As principais dicas são controlar o consumo de sal e não exagerar nos doces, além de buscar comer mais produtos naturais como hortaliças, legumes, verduras e frutas. Dê preferência para os orgânicos e livres de agrotóxicos, e não faça dietas radicais sem o acompanhamento de um profissional.

2. Beber bastante água

Manter o corpo hidratado também é um ponto essencial para a sua saúde, sendo que o recomendado é ingerir 2 litros de água por dia. Pode parecer difícil à primeira vista, mas uma das melhores dicas para isso é manter uma garrafinha de água por perto em todas as tarefas do seu dia. Isso torna o hábito de beber mais água muito mais fácil.

3. Fazer exercícios físicos regularmente

Os exercícios físicos regulares são importantíssimos para manter o corpo forte e saudável. Além de ajudar a prevenir diversas doenças e auxiliar na saúde psicológica e mental, as atividades físicas melhoram o condicionamento físico e aumentam a qualidade de vida, não importa a idade. Encontre uma atividade agradável, que você pode fazer sozinha ou com amigos, e torne ela um hábito na sua rotina para sentir todos estes benefícios na sua saúde.

4. Ter mais cuidados com a saúde mental

As doenças psicológicas, mentais e emocionais são tão graves quanto problemas físicos, e muitos fatores podem levar ao desenvolvimento de patologias, tanto por condições de vida quanto por agentes externos. Por isso, não deixe de lado os cuidados com a saúde mental. É importante conversar com pessoas próximas, ter atenção a possíveis sinais de doenças degenerativas ou psicológicas, e não hesitar em procurar ajuda especializada sempre que necessário.

5. Realizar exames de prevenção

Fazer check-ups regulares é uma recomendação médica endereçada a todos. Quando falamos especificamente de cuidados com a saúde feminina, existem alguns exames que devem ser adicionados à lista de prioridades, especialmente o Papanicolau e a mamografia.

O exame Papanicolau, que rastreia o câncer de colo de útero, deve ser feito anualmente por todas as mulheres a partir dos 25 anos. Já a mamografia, que identifica o câncer de mama, é recomendada para mulheres acima de 50 anos a cada dois anos.

6. Escolher um método contraceptivo com consciência

Embora normalmente sejam uma necessidade importante na vida moderna, todos os métodos anticoncepcionais têm contraindicações e efeitos colaterais para a sua saúde. Além disso, eles costumam ser utilizados por muitos anos.

Pensando assim, vale a pena ter mais atenção ao que você coloca dentro do seu corpo, não é mesmo? Busque se informar sobre as suas opções e converse com um profissional para definir qual a melhor alternativa para você e sua saúde.

7. Dar mais atenção à sua sexualidade

Os problemas com a sexualidade feminina ainda são muito frequentes. A sexualidade envolve diversos aspectos da vida de uma mulher, englobando desde o prazer, desejo, amor e, em alguns casos, o relacionamento com um parceiro ou parceira.

Para uma vida saudável, é necessário conhecer o seu próprio corpo, buscar informações a respeito de uma vida sexual sadia e trabalhar o amor-próprio. Estando em um relacionamento afetivo ou não, a sexualidade é sempre um dos cuidados com a saúde ao qual se deve ter atenção, pois interfere profundamente na saúde física e mental da mulher.

O que você achou da nossa lista de cuidados com a saúde para mulheres? Anda atenta a todos estes aspectos da sua vida?